20 de fev de 2010

Roberto Chalita, o plagiador

Um episódio estapafúrdio chamou a atenção de muita gente desde que meu mano Felipinho Cereal descobriu que um homem cometia indecências na grande rede. Estava eu, inclusive, embarcando para o Rio de Janeiro na sexta passada quando recebi sua ligação indignada.

Roberto Chalita – eis o nome do larápio – se fazia valer de “jornalista” num jornal da cidade de Vinhedo, cidade em que mora. Há quase um ano plagiava sem a menor compostura a mim e a cinco amigos-irmãos meus: Bruno Ribeiro, Eduardo Goldenberg, Felipe Quintans, Fernando Szegeri e Luiz Antonio Simas, todos no “esquadrão” que indico à direita no blogue.

A notícia está se espalhando aos sete ventos de uma maneira assustadora. Saiu no blogue do Nassif, no blogue do Cesar Tartaglia, hospedado n´O Globo On Line, e em mais um monte de outros blogues.

Eduardo Goldenberg, um dos plagiados, é o nosso porta-voz. Indignado e rigoroso, meu chapa vem desmascarando o plagiador com textos que trazem detalhes riquíssimos, impressionantes e revoltantes. Leiam aqui, aqui e aqui. O que ele diz lá em seu Buteco, ele diz por mim.

Roberto Chalita me lembra um doido varrido da Barra Funda – talvez seja até parente seu, já que diz ele ter sido criado nessas bandas – que lá pelos idos dos anos 60 saía gritando aos quatro cantos: “- Sou o Pelé!”. No outro dia era Garrincha. Depois era Didi, depois Vavá, e por aí vai, de 1 a 11 do escrete da Copa da Suécia.

O plagiador me fez lembrar o louco – este último sim um sujeito digno de compaixão - , mas ele é totalmente diferente do demente: é ruim. E não é doido!

Guardam, os dois, uma semelhança: o ato de achar que são outras pessoas. O imitador barato quis viver nossas vidas. Ele foi durante um ano Edu, Bruno, Fernando, Felipe, Luiz Antonio e Arthur.

E batia no peito, leviano: “- Sou o Chalita! Roberto Chalita!”.

1 Comentários:

Blogger Felipinho disse...

É Favela, o cara de louco não tem nada, mas de safadeza tem de sobra.

Tamos juntos.

22 de fevereiro de 2010 10:21  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

online