11 de jun de 2010

Vamos juntos, milhões em ação

Começa hoje mais uma Copa do Mundo. Independentemente de o torneio ser, como diz o filósofo e craque Sócrates, uma “feira de jogadores”, um espetáculo protagonizado por atletas milionários descompromissados com a história e a mística das copas, a gente que gosta de futebol – e futebol é muito mais que o esporte em si – não se agüenta. Mas não se enganem: Copa do Mundo não serve para nos revigorar enquanto brasileiros - muito menos para exibição de patriotismo. Tenho o pé atrás com quem dá de exaltar o País durante este mês. E pandeiro, por favor, só na mão de iniciado!

Tenho combatido uma onda que vai, aos poucos, levando muita gente; que começou – tenho a nítida impressão - com aquela convulsão mandraque do Ronaldinho em 1998 e ganha cada vez mais força: está virando moda torcer contra o Brasil. Os motivos variam; há os que choram até hoje a tragédia de Sarriá e querem um time recheado de craques; há os que odeiam Ricardo Teixeira, Dunga, o pastor Jorginho e os projetos de homem que jogam na Seleção; e há os que ainda acham que outros países estão (são) melhores que o Brasil – tem nêgo torcendo pra Argentina, minha gente!

A Copa do Mundo é o evento esportivo mais importante do planeta - não por causa dos patrocinadores, dos estádios ultramodernos e dos jogadores popstar, mas porque ela traz a cada quatro anos, em seu bojo, os encantos, os sofrimentos e os prélios épicos das 18 copas passadas. Eu comentei há algumas semanas, não sei se no Buteco do Edu, ou se no blogue do Bruno Ribeiro, que torcer contra a seleção é um desrespeito para com os craques antigos, de Leônidas a Zico, e não o contrário. Aí está a minha concepção de Copa do Mundo – ela é, inevitavelmente, a ressurreição dos baluartes da bola, dos fogos estourados em 1958, dos balões no céu do Brasil em 1970.

Por mais que hoje tenhamos que aturar essa gentalha toda – salvo o Luís Fabiano dessa -, são eles com a canarinho. E isso, por si só, basta. E pra entender mais a fundo, ninguém pode deixar de ler o texto do meu mano de fé Luis Antonio Simas (aqui): era isso o que eu gostaria de ter dito, porra.

Chama Garrincha!

PS: Deixo um vídeo curioso. O homem que driblava só foi driblado (em campo) uma vez, na Copa de 62 – Copa em que ele arrebentou, fazendo gol de tudo que é jeito e trazendo o Bi pra gente, mesmo sem Pelé. Assistam:

12 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Bom texto Cabra,

Vamos torcer pro Brasil independente de qualquer coisa, aqui é Brasil porra !!!

Pra cima deles Brasil....

Bjs,
Angelo

ps: Kd o texto do Samba do Nei Lopes (monstro !!!!)

11 de junho de 2010 15:07  
Anonymous Sylas Mello disse...

Passei perto de torcer contra a canarinho.Em 70,aos 12 anos,eu estava euforico com o jogo de estréia.No gol de empate contra os tchecos,grito,vibro,pulo,segundos depois estou quieto,encolhido,com medo.Havia tomado uma bronca enorme do meu pai,"Pára com isso,pô!".O homem por trás desta bronca havia, meses antes,estado por trinta dias aproximadamente,nas dependencias do dops,levando as "devidas" piabas, que naquele local eram oferecidas.Havia receio de parte da esquerda que a vitoria da seleção fosse usada pelo troglodita de plantão.Só fui entender a bronca anos depois,mas o restante daquela copa foi o da desobediencia,torci e fui feliz como um garoto deve ser,vi o céu,literalmente,forrado de balões.Aí vem a idade e tal,e voce acha que é um torcedor mais racional,mas que nada rapaz!Vem a copa,o camarada lá com a amarelinha,pelo amor de (D)deus!
Em tempo:sou iniciado no pandeiro!iniciado!entenda bem,apenas iniciado!Abraços!

12 de junho de 2010 14:43  
Blogger Bruno Ribeiro disse...

Mano: por curiosidade apenas. Por que você livra a cara do Luís Fabiano? Beijo!

13 de junho de 2010 23:16  
Blogger Arthur Tirone disse...

Angelo: é isso. Pra cima deles! O texto sobre o Nei Lopes só na semana que vem.

Grande Sylas: taí uma boa história pra você me contar num boteco. Vamos essa semana?

Bruno, mano: O Luis Fabiano é varzeano, não foge da porrada e nem se faz de besta.

14 de junho de 2010 12:02  
Anonymous Sylas Mello disse...

À disposição!Mas de preferencia na tua area,no meu pé sujo ninguem me deixa quieto,sou o palhaço de plantão.Liga à cobrar,sem cobrar,a hora que quiser,abraços!

14 de junho de 2010 15:14  
Anonymous Daniel Frangiotti disse...

Cabras! DUNGA TREINADOR DE CÚ É ROLA!

VIVA O BRASIL!

FORA DUNGA, CANALHA, PORCO IMUNDO! FORA RICARDO TEIXEIRA, CANALHA, PORCO IMUNDO!

Pau no cú da corea do norte!

Tenho NOJO de FALSOS CRAQUES!

VIVA O BRASIL!

15 de junho de 2010 20:00  
OpenID Alê Almeida disse...

Salve Arthur,
Gostei do blog, te "linkei" no meu.
Bjo,
Alê
(FESP)

16 de junho de 2010 11:47  
Blogger Arthur Tirone disse...

Oi Alê!

Vou lá dar uma olhada no teu blog. Ah, e apareça no Anhangüera dia 25.

Beijo.

16 de junho de 2010 12:00  
Blogger Ju Coelho disse...

Oi Favela! Bacana o texto!!1 Estive no Anhanguera no show do Nei Lopes com minha mãe e meu irmão (fomos dos primeiros a chegar e dos últimos a sair). Foi nota 10!!! Achei esse blog e achei bacana postar um comentário pra firmar o contato, que se deu aquele dia, mas temos diversos amigos em comum. Enfim, estou esperando também o texto do Nei Lopes e o próximo convidado!!! Beijos... Juliana.

17 de junho de 2010 23:18  
Blogger Fabio disse...

Hei Arthur,
recebi um material sobre grama sintética no AAA. É verdade? Acho q merece um texto com sua opinião no blog...

22 de junho de 2010 11:24  
Blogger Arthur Tirone disse...

Fábio, antes de tudo gostaria de saber quem é você. Trabalhas na prefeitura?

Já escrevi sobre o tema há quase dois anos, quando começaram a falar sobre a grama sintética. O link do texto é: http://anhanguera.blogspot.com/2008/10/um-templo-ameaado.html

Parece que, dessa vez, não tem escapatória - o que me deixa muito desanimado. Acho que vou escrever um tiquinho mais sobre o assunto.

22 de junho de 2010 12:06  
Blogger Fabio disse...

Oi Arthur...o Fabio q falou da grama eh o Sombra...Bertolozzi. É que vi todo um material de certo vereador sobre isso e até release pra gente que eh da imprensa. É o fim da várzea... faremos em breve uma reportagem sobre isso, se te interessar.

26 de junho de 2010 01:28  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

online