24 de jul de 2009

Moisés, uma lenda do futebol

Currículo


A minha apresentação diz que este é um espaço que se destina às velhas histórias e ao cotidiano de anônimos. Dentre os anônimos, os primeiros da lista são os jogadores. Mas este espaço tem sido pouco varzeano ultimamente.

Quando publiquei o currículo de Dirceu Datti este blog ficou em polvorosa. É, de fato, o currículo mais respeitável que eu já vi. Datti é o maior glutão do planeta, tendo saído vencedor em todas as disputas que entrou. Agora trago outro currículo imponente, dessa vez de um futebolista – pra mim, muito mais que “futebolista”, e vou expor o porquê – imprescindível do Brasil. Um homem consagrado nos campos da cidade e do mundo.

Moisés Moreira é uma lenda, tendo atuado em 74 times ao longo de seus sessenta anos de idade, um número inimaginável e até duvidoso, é verdade. Mas quem conhece a várzea de São Paulo o reconhece e confirma este feito. Deixo abaixo, então, a vasta lista de camisas que Moisés envergou, sempre atuando na meia cancha. Dessa vez, porém, não vou me conter em apenas publicar seu notório currículo. Os próximos textos contarão um pouco da história deste grande homem, um sujeito irriquieto a ponto de encerrar uma carreira promissora por um ideal; um negro consciente das diferenças obnubiladas pela máquina que a nós todos engole...


Casa Verde:
Ponte Preta; Fluminense; Guarani; Vasco; Elite; Saldanha; Cruz da Esperança; Paulista; Saad; Centenário; Iapó; São Paulinho; São Bento; Juventude Radiante; Santos; Cruzeiro; Ordem dos Músicos; Viracopos; União Casa Verde; Baruel; Morro da Casa Verde; e Volta Redonda.

Barra Funda e Bom Retiro:
Tomas Edson; Carlos Gomes; Anhangüera; Sulamericano; Corinthians; Bola Preta; Alfredo Maia e Camisa Verde e Branco.

Outros Bairros e cidades:
Sereno e América (Centro); Araras (Freguesia do Ó); AMC (Água Branca); 7 de Setembro e Eldorado (Diadema); Estrela Vermelha (Vila Nivi); Frum (Vila Maria); Tanabi (Vila Palmeiras); Centro da Coroa (Vila Guilherme); Cruzeiro (Vila Galvão); União Mogi e Comercial (Mogi das Cruzes); Santa Cruz (Guaianazes); Encapre (Canindé).

Times de empresas:
Ford (São Bernardo do Campo); Bradesco; Pão de Açúcar; Minibox; Superbox; Jumbo Eletro; Goodyear (Vila Maria); PissoPetro, Pinhopar, Di Giorgio e Casas Joby (Casa Verde); Santa Brígida, Pelicano e Polenghi (Barra Funda).

Categorias de Base:
Corinthians; São Paulo; Palmeiras; Juventus; Nacional e Portuguesa.

Profissionais - Brasil:
América (São José do Rio Preto); Votuporanguense; Coritiba; Juventude (Caxias); E.C.São José dos Campos.

Profissionais – Portugal:
Boa Vista; Paços Ferreira; Acadêmico; Belenenses

4 Comentários:

Anonymous Bruno Chagas disse...

Arthur, conheci hoje seu blogue...parabéns cara. Você escreve bem e os textos são interessantes. Abraços...

27 de julho de 2009 20:30  
Anonymous Mimi disse...

Parabens Arthur, a sua escolha realmente foi fantastica, pois, o Moisés realmente é uma lenda viva no futebol não só profissional como amador e garanto que voce irá contar muitas histórias do mesmo.Valeu Mimi.

28 de julho de 2009 17:54  
Anonymous Anônimo disse...

Com tudo isso de time e até hoje o negão não aprendeu a jogar? kkkkkkk
O Moisés é o cara.

Abraço.

Bruno Tirone

29 de julho de 2009 08:19  
Anonymous Piruca disse...

Favela

Provavelmente ele foi o primeiro e único atleta da história do futebol paulista que envergou a camisa dos seis times profissionais da capital (Corinthians, Juventus, Nacional, Palmeiras, Portuguesa e São Paulo), ainda que nas categorias de base.

abraço

Piruca

6 de agosto de 2009 18:01  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

online